Blog do Kuramoto

Este blog se dedica às discussões relacionadas ao Open Access

Mais sobre Aaron Swartz

Buscando na Internet, cada vez mais, aparecem matérias sobre Aaron Swatz. Além disso, temos colegas que nos colocam à par das circunstâncias da morte desse personagem. Acabo de receber de um amigo, o Julio Santillan, mestrando do Departamento de Ciência da Infomação e de Biblioteconomia da Universidade de Brasília, que gentilmente ckolabora com este blogueiro encaminhando matérias. Específicamente, agora, acabo de receber uma mensagem com o link para um blog que não conhecia. Trata-se de matéria publicada no sítio Revista Biblioo: cultur informacional, intitulada: “Suicidaram AaronSwartz“. Este blog é mantido por Moreno Barros.

Matéria longa e muito interessante, pois, traz alguns detalhes da atuação de Aaron e sua personalidade, além de expor conceitos e detalhes do processo de obtenção do conhecimento. Esta matéria foi publicada no sítio Revista Biblioo, por Moreno Barros. Vale à pena visitar o referido sítio e, em especial a matéria referente ao suicídio de Aaron  Swartz. Ao final da matéria o autor resume os pontos mais importantes da questão que motiva o Open Access, a busca por um maior acesso à informação científica, que são:

1) Os impostos que você paga financiam pesquisas.

2) Os impostos que você paga são utilizados para pagar as taxas de publicação (geralmente na ordem de algumas centenas de reais) para editores acadêmicos com fins lucrativos.

3) Os impostos que você paga são utilizados para comprar de volta a pesquisa que você pagou para ter início, normalmente sob preços e taxas exorbitantes oferecidos pelas editoras

4) Os criadores da propriedade intelectual (pesquisa) não são financeiramente compensado em nenhuma maneira. Muito menos os revisores que fazem a maior parte do trabalho de “publicação” desses artigos

Parece um sistema inteiramente equivocado. Era contra isso que Aaron Swartz estava lutando. São pontos que muitos acadêmicos e bibliotecários têm levantado há vários anos, aparentemente com relativo sucesso, mas saldo econômico pouco positivo. Não restam dúvidas que o movimento de open access se ampliou nos últimos anos, mas as assinaturas de periódicos continuam necessárias e extremamente altas. Esse é um sistem onde você paga pela mesma coisa três vezes, e o criador não recebe qualquer benefício financeiro.

São pontos que foram e são permanentemente discutidos por este blogueiro.

Anúncios

janeiro 17, 2013 - Posted by | artigo | , ,

2 Comentários »

  1. olá Kuramoto, o texto sobre Arão é uma espécie de compilação das leituras que fiz sobre o episódio nos dias logo após seu suicídio. Foi publicado originalmente no meu site pessoal (morenobarros.com) contendo os links e referências. Cedi o conteúdo para publicação na Revista Biblioo que não é editada por mim, mas por Chico de Paula, bibliotecário da UFRJ.

    Quanto ao OA, a questão da privatização do acesso e os lucros obtidos pelas editoras com esse fim, no Brasil e no mundo, eu tratei em um artigo publicado recentemente na Liinc, do IBICT revista.ibict.br/liinc/index.php/liinc/article/view/486

    obrigado pela menção e obviamente você continua sendo a primeira pessoa a surgir quando pensamos sobre OA no Brasil. abs

    Comentário por Moreno Barros | janeiro 17, 2013 | Responder

    • Olá Moreno,

      Obrigado pelo envio de sua mensagem e também por divulgar o triste evento protagonizado por Aaron Swartz. Se vc permitir, vou aproveitar e incluir o site pessoal nas referêncas existentes em meu blog.

      POr outro lado, receba os meus parabéns pelo excelente artigo que, certamente, contribuirá para que a comunidade, especialmente, a da Cência da Informação compreenda o que está por trás desse importante movimento, o OA. No entanto, já algum tempo me dei conta de que é preciso que outras comunidades, além da Ciência da Informação, também tenham conhecimento desse movimento e das razões que estão no seu nascedouro. Creio que muitos pesquisadores, que não atuam na CI, não tenham o menor conhecimento sobre o OA e suas razões. Portanto, é importante que mais pessoas como vc possam disseminar as iniciativas do OA.

      Não se trata de uma luta contra o Portal de Periódicos da Capes, pois, ele é tão importante para as nossas pesquisas e pesquisadores, quanto as iniciativas do OA. São eventos complementares.
      Antes de concluir, desejo a vc um excelente 2013, muita saúde, paz, prosperidade e, principalmente, sucesso!!

      Um abraço.
      Kura

      Comentário por Helio Kuramoto | janeiro 18, 2013 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: