Blog do Kuramoto

Este blog se dedica às discussões relacionadas ao Open Access

Acesso Livre = Open Access= Acceso Abierto: relembrando os seus fundamentos

O post publicado ontem teve o propósito de mostrar a confusão mental das pessoas com relação ao Acesso Livre. Um dos pontos essenciais refere-se ao fato de que muitos entendem o Acesso Livre como sendo apenas as publicações de Acesso Livre, ou seja, aquelas oriundas da estratégia da via Dourada ou Gold Road. Certamente, os leitores deste blog não fazem esse tipo de confusão pelo fato de este blogueiro estar sempre relembrando as duas estratégias estabelecidas na declaração BOAI e  que foi objeto de um post publicado esta semana, trata-se do post intitulado Acesso Livre: como tudo começou, publicado em 27 de Fevereiro de 2012.

Aliás, é bom que se diga esse entendimento de que o Acesso Livre se resume às publicações de Acesso Livre é algo que, inclusive, já foi objeto de um artigo publicado pelo atual ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Prof. Marco Antônio Raupp, na Folha de São Paulo, na coluna Tendências/Debates, em 21 de Janeiro de 2008. Evidentemente que se trata de uma matéria antiga, de 4 anos atrás, e não se pode afirmar que o ministro ainda mantém o mesmo pensamento. Na época, no entanto, as suas convicções indicavam o entendimento de que o acesso livre se resumia às publicações de Acesso Livre.

Conforme o post publicado no dia 27 de Fevereiro de 2012, o Acesso Livre adotou há dez anos atrás duas estratégias: i. a via Verde; e a ii. via Dourada. A via Verde refere-se ao auto-arquivamento da produção científica pelos próprios pesquisadores nos repositórios institucionais, temáticos ou centrais. A via Dourada refere-se às Publicações Científicas de Acesso Livre. Ao longo dessa década de vivência e defesa do Acesso Livre, verificou-se que a via Verde é a estratégia que melhor relação custo/benefício proporciona e é a de menor custo. Existe, mesmo, a convicção de que o Acesso Livre Universal será alcançado por intermédio da implantação das iniciativas preconizadas por esta estratégia em todo o mundo. Portanto, alcançar o Acesso Livre Universal depende apenas da comunidade científica, considerando-se que esta seja composta por: pesquisadores, universidades e instituições de pesquisa, assim como pelas agências de fomento.

Anúncios

março 1, 2012 - Posted by | artigo | , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: