Blog do Kuramoto

Este blog se dedica às discussões relacionadas ao Open Access

Repositórios Institucionais de Projetos Piloto

No ano de 2009, ao mesmo tempo em que o IBICT abria um processo de licitação para promover o desenvolvimento de repositórios institucionais no País, foram concedidos 5 kits tecnológicos para 5 instituições de ensino superior construírem os seus repositórios institucionais. As instituições contempladas com esses kits foram: Universidade de Brasília, Universidade Federal de Santa Catarina, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Universidade Federal da Bahia e Universidade Federal de Pernambuco. Aparenteente, todas estas insituições implantaram os seus repositórios institucionais (RI) e estão em pleno funcionamento.

Relembro que fiz uma critica há algum tempo atrás quanto a morosidade das instituições contempladas com os kits em implantar e povoar os seus repositórios institucionais.  Há duas semanas participei de três bancas para avaliação de três trabalhos de conclusão de curso de graduação da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), qdo tive a oportunidade de confirmar aquilo que eu já havia percebido e criticado neste blog. Resolvi, hoje, checar alguns dados e verificar o crescimento dos repositórios institucionais das instituições que receberam os kits na qualidade de projeto piloto. Verifiquei que algumas os RI de algumas instituições funcionam à pleno vapor, como é o caso dos RI da Universidade de Brasília e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e da Universidade Federal da Bahia. No entanto, duas das instituições participantes do projeto piloto estão, aparentemente paradas. Vejam o gráfico abaixo:

De acordo com a minha percepção, resultado da participação das bancas de exame dos TCC na FURG, ficou claro que a falta de uma política institucional de informação pode ter como consequência esse nível de frustração. Acredito que todas as outras três universidades adotaram a estratégia de a própria biblioteca fazer os depósitos para suprir a falta de tal política. É uma atitude elogiável, visto que, com isto puderam cumprir com as suas obrigações e demonstraram ter capacidade, competência  e  respeito a um acordo, dado que, os projetos piloto tinham como objetivo  acelerar o desenvolvimento dos RI no Brasil. Não sei quais os motivos pelos quais os RI da UFSC e da UFPE não conseguiram decolar ou pelo menos promover o depósito ainda que em quantidades menores. Mas, ambos os RI mantém os mesmos registros de quando foram registrados no OpenDOAR.

Anúncios

outubro 29, 2011 - Posted by | artigo | , , ,

5 Comentários »

  1. É o caso do Museu Goeldi em Belém (PA), que recebeu um kit em 2008, a Biblioteca assumiu o povoamento do RI até que tenhamos a política validada.

    http://repositorio.museu-goeldi.br/jspui/

    Comentário por Francileila | outubro 31, 2011 | Resposta

    • Prezada Leila,
      Obrigado pelo seu comentário. Esta iniciativa da biblioteca do Museu é acertada e, a partir do momento em que a polítca esteja aprovada, acredito que a melhor forma de dar continuidade e ter autosustentabilidade é transferir essa responsabilidade aos pesquisadores. Não há porque a biblioteca assumir essa responsabilidade, em especial no Brasil, onde constatamos a fragilidade de recursos humanos na área pública. Evidentemente, que nós como gestores devemos buscar meios de facilitar esse trabalho aos pesquisadores.

      Cordiais saudações
      Helio Kuramoto

      Comentário por Helio Kuramoto | outubro 31, 2011 | Resposta

  2. Olá Prof. Kuramoto, sou aluna do curso de biblioteconomia da UFSC, não sei muito sobre o Repositório Institucional da UFSC, sei que ele está sendo reformulado por uma servidora nova (muito boa por sinal) aqui da BU, acredito que o motivo de ele não estar funcionando a pleno vapor seja a falta de pessoal aqui na UFSC, o pessoal na BU está sempre trabalhando e sempre sobrecarregado de serviço. Porém acredito que os professores poderiam ter desenvolvido algum tipo de projeto juntamente com os alunos, isso deve ter ocorrido na UNB pois o RI deles está muito bom. Eu como aluna aqui da UFSC nunca tinha ouvido falar neste Projeto Piloto do IBICT para implantação dos RI’s, muito menos sabia que a UFSC havia recebido um kit tecnológico para tal. Mas como falei, são muitas atribuições para poucos professores e servidores, sendo que alguns foram contratados este ano, espero que este quadro se modifique de agora em diante. Com certeza estarei na sua palestra aqui semana que vem! Até lá!

    Comentário por Daniela | novembro 1, 2011 | Resposta

    • Olá Daniela,
      Obrigado pelo seu comentário. Muito bom saber que algo está sendo feito.

      Infelizmente, a UFSC não deu muita atenção ao projeto piloto, contrariando as nossas expectativas, uma vez que tínhamos a expectativa de que a UFSC tivesse uma equipe muito competente, fato que não se comprovou pelo não cumprimentos das atribuições e pela pouca quantidade de registros.

      Sabemos que a UFSC tem uma boa produção científica e que não se justifica a quantidade de registros existente no RI da UFSC. Isto mostra falhas na gestão do RI.

      Outras universidades que não eram projeto piloto e, no entanto, tiveram um desenvolvmento mais rápido e vem mantendo o povoamento do seu RI de forma acelerada.
      O problema da falta de pessoal existe em todo órgão público, em especial, nas universidades. Veja que as universidades que, à exceção da UFPE,que também é projeto piloto, outras universidades vêm mantendo os seus RI e o seu povoamento vem crescendo com maior ou menor intensidade, mas não estão parados.

      Será um prazer encontrá-la por ocasião da minha palestra.

      Um abraço.
      Helio Kuramoto

      Comentário por Helio Kuramoto | novembro 4, 2011 | Resposta

  3. […] dia 29 de Outubro de 2009, escrevi um post, Repositórios Institucionais de Projetos Piloto, no qual fiz menção ao estágio dos repositórios institucionais construídos no contexto de um […]

    Pingback por Repositórios Institucionais resultado de Projetos Piloto do IBICT « Blog do Kuramoto | outubro 26, 2012 | Resposta


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: