Blog do Kuramoto

Este blog se dedica às discussões relacionadas ao Open Access

Bernard Rentier: um exemplo a ser seguido

No post passado eu apenas publiquei os links referentes à entrevista do reitor da Universidade de Liège e uma de suas apresentações, realizada em Roma. Em uma primeira vista d’olhos achei-a interessante e como queria que os leitores deste blog tivessem a primazia de lê-la, simplesmente publiquei os links sem maiores considerações. No entanto, hoje lendo com mais calma a entrevista, percebí que o Prof. Bernard faz algumas afirmações dignas de nota. Então, resolvi que vou trabalhar na tradução da entrevista e publicá-la em diversos posts neste blog. A entrevista completa tem 15 páginas, muito longa.

A entrevista foi dada ao jornalista freelance Richard Poynder, que escreve sobre tecnologia da informação, telecomunicações e propriedade intelectual.

Já na introdução à entrevista, o jornalista inicia com o seguinte parágrafo:

O que é notável sobre Open Access (OA) é que trata-se, obviamente, de caminho certo e racional para a comunidade científica responder ao mundo em rede. De fato, pode-se descrevê-lo, apropriadamente, como um acéfalo – ou, como o defensor do OA, Stevan Harnad, gosta de dizer: o OA é uma “ciência capa de chuva” (“Está chovendo, meninos, vocês vão se molhar: é hora de colocar suas capas de chuva!”).

Não farei a tradução completa da entrevista neste post. Em, primeiro lugar vou pedir a Richard Poynder permissão para traduzí-lo e publicá-lo.

Mas, ao longo da entrevista tive a satisfação de saber que o reitor Bernard Rentier, à frente da Universidade de Liége, vem implantado um dos repositórios institucionais mais bem sucedidos do mundo, até o momento. Após 14 meses de seu lançamento, o ORBi – Open Repository and BIbliography, repositório Institucional da Univesidade de Liège, conta com 62.207 referências e 37.497 textos integrais, estes são os números citados na entrevista pelo referido reitor. Mas, na página web do ORBi existem, hoje, dia 09 de junho de 2011, às 9:06 pm em Tempe, portanto, 1:06 da manhã no Brasil, 62.528 referências e 37.667 registros em texto integral. Segundo a entrevista, o segredo deste crescimento vertiginoso é o mandato adotado por aquela universidade. Posteriormente, na tradução darei maiores explicações.

Anúncios

junho 10, 2011 - Posted by | Entrevista | , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: