Blog do Kuramoto

Este blog se dedica às discussões relacionadas ao Open Access

Nova edição do “ranking” “web” de universidades

Recebí esta semana uma mensagem muito interessante postada por Isidro F. Aguillo na lista EDICIC. A mensagem indica que:

• Esta nova edição do ranking, janeiro/2011, inclui 12.000 instituições de ensino superior, classificadas de acordo com a sua performance na web.
• São também analisados: a presença na web, os resultados de pesquisa e a visibilidade e impacto internacional das universidades;
• Recursos úteis para os pesquisadores, acadêmicos, reitores, diretores, estudantes e candidatos;
• Tal ranking foi desenvolvido pelo Laboratorio de Cibermetría do CSIC

A divulgação foi realizada no dia 03 de fevereiro de 2011 pelo Laboratorio de Cibermetría. Trata-se do ranking mundial com a mais ampla cobertura geográfica, uma vez que fornece informações sobre mais de 12.000 instituções de educação superior de todo o mundo.

Tal ranking se pode consultar no endereço:

http://www.webometrics.info/

Esta edição apresenta inúmeras novidades, incluindo uma versão atualizada do Diretórioo, com clasificações regionais e novos métodos para calcular melhor o impacto acadêmico da presença das universidades na web.

A nova metodologia de cálculo se concentra não apenas nos resultados das pesquisas científicas, mas também em outras atividades ou missões acadêmicas como o ensino, o compromisso com a sociedade e a transferência do conhecimiento e da tecnologia. O ranking web oferece uma informação contrastada sobre as melhores instituições a nivel local e internacional.

Os principais resultados desta edição são:

Dominio dos EUA. O ranking é encabeçado pelo MIT e pela Universidade de Harvad, seguidas pela Universidade de Stanford e Berkeley. Nas 200 primeiras posições existem 115 universidades dos EUA, 16 das quais são universidades canadenses.
Exclusão digital acadêmica. A distância entre as universidades americanas, européias e asiáticas se mantém. Somente 59 instituições européias aparecem entre as 200 primeiras universidades deste ranking. Nestas 200 posições, incluem-se 10 do Reino Unido, que encabeçam em sua região: Cambridge e o University College de Londres entre as melhores classificadas da Comunidade Européia.
Consequência das barreiras linguísticas. A globalização da Web penaliza a visibilidade internacional das universidades francesas, japonêsas e coreanas. As instituições da Austrália, Escandinavia, Singapura e surpreendentemente Taiwan mostram um rendimiento próximo aos das universidades canadenses.
O tamanho é um fator relevante nos países emergentes. USP no Brasil, UNAM no México e, Pekín e Tsinghua na China são exemplos positivos a se considerar. Nenhuma universidade da Índia aparece entre as 500 primeiras posições.
As políticas de acesso livre. Os resultados mostram que muitas universidades estão colocando em marcha grandes repositorios de documentos científicos, o que permite a elas ganhar posições no Ranking. Ao contrário, no entanto, existem algumas instituições com dois ou mais domínios web. Não se trata de uma prática saudável, pois prejudica não apenas o seu posicionamento no ranking, como também sua visibilidade global nos motores de busca.

Ainda que a Universidade Complutense esteja classificada em 110 na classificação global e 21 entre as universidades européias, nenhuma aparece entre as 100 primeiras posições do ranking. Segem-na, a Universidade Politécnica de Madrid, na posição 175, a Universidade de Sevilla na posição 190 e Granada na posição 213.

O Laboratorio de Cibermetría pertenece ao Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC), o maior organismo científico público na Espanha e uma das redes de centros de pesquisa mais importantes da Europa.

O Laboratorio de Cibermetría publica vários portais de informação científica, incluindo o ranking Webometrics de Centros de Investigación (http://research.webometrics.info), Hospitales (http://hospitals.webometrics.info), Escolas de Negocios (http://business-schools.webometrics.info) e Repositórios (http://repositories.webometrics.info).

Sobre o projeto Rankings
Os Rankings Web são publicados desde 2004, analisando más de 45.000 organizações acadêmicas e de pesquisa de todo o mundo. Cerca de 20.000 instituções de educação superior estão incluídas no Catálogo de Universidades, provávelmente o maior e mais atualizado (uma nova edição aparece todo os meses de janeiroe julho) diretório do mundo com domínios web.

Contato: Isidro F. Aguillo, HcDr
Laboratorio de Cibermetría
E-mail: isidro.aguillo@cchs.csic.es

Anúncios

fevereiro 5, 2011 - Posted by | Sem categoria |

2 Comentários »

  1. […] This post was mentioned on Twitter by APCIS/RJ, Helio. Helio said: Nova edição do "ranking" "web" de universidades http://wp.me/p6869-k3 […]

    Pingback por Tweets that mention Nova edição do “ranking” “web” de universidades | Blog do Kuramoto -- Topsy.com | fevereiro 5, 2011 | Resposta

  2. Não consigo levar a sério um ranking que no critério “Scholar” coloque UFRGS e USP em 4o e 5o lugar, acima de MIT. Não divulgam direito o metodologia usada (apesar de http://www.webometrics.info/methodology.html : lá constam só principios vagos e gerais) . Os resultados não são reprodutíveis (no FAQ dizem que não divulgam os dados obtidos, só os rankings, impossibilitando verificar o que fizeram).

    Tenho muito simpatia pelo objetivo declarado, criar um incentivo para que universidades aumentem a sua visibilidade na Web, mas não gosto da execução. No espírito da Web, deviam trabalhar abertamente, deixando transparente a sua metodologia e os seus dados brutos.

    Comentário por Ewout ter Haar | fevereiro 5, 2011 | Resposta


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: