Blog do Kuramoto

Este blog se dedica às discussões relacionadas ao Open Access

O acesso livre: avanços ou paralisia ? (II)

O que tem dificultado ou tornado o caminho para se alcançar o acesso livre a 100% dos artigos publicados nos cerca de 24 mil periódicos científicos existentes no mundo é uma série de obstáculos puramente psicológicos, aos quais, Harnad chama de Paralisia de Zeno. Embora cada um desses obstáculos tenham se mostrado espúrios e sejam facilmente contornados, o histórico de transferência de sintomas de uma fobia para outra tem retardado o processo de implantação do acesso livre a toda a produção científica mundial.

Para melhor entender a paralisia de Zeno, que é também chamada de paradoxos de Zeno e é conceituado na wikipedia como argumentos utilizados para provar a inconsistência dos conceitos de multiplicidade e divisibilidade. Através de um método dialético que antecipou Sócrates, Zeno procurava, partindo das premissas de seus oponentes, reduzi-las ao absurdo e com isso sustentar o ponto de fé dos eleáticos e de seu mestre Parmênides, que ia contra as idéias pitagóricas.

Segundo Harnad entende que hoje o acesso livre alcance algo entre 5% e 25% de todos os artigos publicados no mundo. Ele defende ainda que o acesso livre à totalidade da produção científica mundial é viável desde os anos 80, se os artigos científicos fossem depositados por intermédio dos sítios “anonymous FTP”.

Farei agora uma pausa. Aguardem a continuação do comentário sobre o artigo de Steven Harnad.

Anúncios

novembro 9, 2010 - Posted by | Sem categoria | ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: