Blog do Kuramoto

Este blog se dedica às discussões relacionadas ao Open Access

Além do grupo Nature, outra importante sociedade anuncia a sua política de acesso livre

O acesso livre caminha para a sua consolidação, além do post publicado hoje neste blog,  dando conta de que o grupo Nature Publishing Group anunciou que mais 7 de suas revistas adotaram a opção pelo acesso livre, uma outra sociedade anuncia a sua política aderente ao acesso livre. Trata-se da Royal Society, que divulga esta política no seu sítio. Trata-se de uma política similar à adotada pelo Nature Publishing Group com algumas de suas publicações. No entanto, a Royal Society atribui nomes a cada uma de suas iniciativas.

Uma coisa muito interessante é o fato de esta academia, além de pioneira e tradicional, se comprometer, inclusive informando que este é o seu papel enquanto academia de ciência, em dar a maior divulgação possível dos resultados de pesquisas. E, desta forma, eles entendem que a adoção das estratégias propostas pelo Open Access, é o caminho para esta grande disseminação da informação. Em consequência a Royal Society estabelece:

  • Gold Open Access

Em conformidade com o esquema chamado EXiS Open Choice, que foi estabelecido por eles, o autor poderá tornar os seus artigos disponíveis livremente para todos, imediatamente após a publicação mediante o pagamento de uma taxa de processamento do artigo. Estes artigos serão cobertos pela licença Creative Commons, permitindo a sua distribuição e re-uso. E, ao mesmo tempo, a Royal Society providencia o seu depósito no PubMed Central em nome do autor. O termo EXiS Open Choise refere-se à denominação do modelo de negócio adotado para as suas revistas e que é o mesmo adotado pela editora NPG, modelo “author pays”.

  • Green Open Access

Os autores poderão depositar os pre-prints de seus artigos em um repositório, a qualquer tempo. A versão final do manuscrito aceito só poderá ser depositado em um repositório a partir de 12 meses contados da publicação do artigo.

  • Delayed Open Access

Os artigos publicados há mais de 12 meses (ciências biológicas) e há mais de 24 meses (ciências físicas) estão disponíveis para acesso livre à todos. A versão digital das revistas estão excluídas, ou seja, não são livremente acessíveis.

  • Developing World Access

A Royal Society é parceira em diversas iniciativas internacionais operados pela ONU e OMS para tornar imediata e livremente acessíveis artigos das revistas científicas  aos países mais pobres do mundo.  Atualmente, a Royal Society participa de projetos como:  PERii/INASP, HINARI, AGORA e OARE.

Maiores detalhes poderão ser lidos e observados na página Royal Society Open Access.

Anúncios

maio 21, 2010 - Posted by | Sem categoria | , , ,

2 Comentários »

  1. Thanks for blogging about this and helping us get the message out there to Portuguese readers.

    Dr Stuart Taylor
    Head of Publishing
    The Royal Society
    London UK

    Comentário por Stuart Taylor | maio 22, 2010 | Responder

    • Dear Dr. Stuart,

      you are welcome. This is the main goal of this blog, communicate to brazilian scientific comunity news and initiatives concerning open access. So, any news about open access is welcome.
      Best regards.
      Helio Kuramoto

      Comentário por kuramoto | maio 22, 2010 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: