Blog do Kuramoto

Este blog se dedica às discussões relacionadas ao Open Access

Open Acces Day or Week?

Pelo quarto ano consecutivo será comemorado o Dia do Acesso Livre no dia 18 de outubro de 2010. Por outro lado, verifica-se também que algumas iniciativas estão promovendo a semana do acesso livre, veja o link Open Access Week. O objetivo principal dessas comemorações é promover maior conhecimento e compreensão sobre o acesso livre.

Segundo Jennifer McLennan diretora do SPARC (Scholarly Publishing and Academic Resources Coalition), o Open Access Week iniciou-se a partir de um evento de estudantes reunindo dezenas de universidades e evoluiu para um fenômeno verdadeiramente global. Ao longo desses quatro anos este evento se expandiu para incluir centenas de universidades, compi universitários, bibliotecas, agências de fomento e centros de pesquisa, todos se conectando rapidamente ao crescimento global de iniciativas em direção à queda de barreiras no acesso à infomação científica, com avanços de mudanças políticas locais.

Nos preparativos para a semana do acesso livre deste ano, o Prof. Dr.Philip E. Bourne, Professor de Farmacia and Ciências  Farmacêuticas da Universidade de Califórnia San Diego e Editor Chefe fundador do PLoS  Computational Biology, lançou um desafio: pensar além da liberdade e do pronto acesso à literatura disponível face ao crescente volume de informações. Esta tem sido a sua preocupação nos útimos tempos. Segundo ele seria necessário o desenvolvimento de ferramentas que ajudassem os pesquisadores na análise desses dados. Um exemplo dessas ferramentas é o SciVee, um novo tipo de experiência com alta capacidade de aprendizaram e que é capaz de triturar até artigos de periódicos revisados por pares.  O que se depreende desses comentários é que as iniciativas do acesso livre já estão em fase de consolidação e lá fora já estão pensando em como resolver questões como o excesso de informação. Mais uma razão para continuarmos a luta em favor do acesso livre.

Anúncios

maio 4, 2010 - Posted by | Sem categoria |

2 Comentários »

  1. Separar a informação por tipo de material:
    Teses e dissertações ,Seminários e congressos,Relatórios técnicos e Patentes,com a criação de bibliotecas digitais específicas para cada tipo de material, pode contribuir para a organização do grande volume de informação gerado pelas Universidades ?

    Comentário por ricardo perez filpi | maio 5, 2010 | Responder

  2. Prezado Ricardo,
    existem diversas maneiras para se organizar um grande acervo. E a que você propôs é uma delas. Mas, nada impede que todos esses acervos permaneçam em um único acervo digital com metadados específicos para identificar cada documento para efeito de eventual recuperação. Hoje, com as tecnologias existentes, não vejo necessidade de separar os acervos por tipo de documento a não ser que haja algum fator determinante para isto. Além de existir facilidades tecnológicas, o custo da memória de armazenamento está em queda.

    Um abraço.
    Kura

    Comentário por kuramoto | maio 7, 2010 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: