Blog do Kuramoto

Este blog se dedica às discussões relacionadas ao Open Access

EUA busca fazer ciência livre para todos

A matéria publicada pela Nature News indica que a movimentação em torno do acesso livre nos Estados Unidos continua bastante frenético.
Declan Butler, autor da matéria, informa que após a aprovação da lei que tornou obrigatório a todos os pesquisadores financiados pela NIH o depósito de seus trabalhos publicados em revistas com revisão por pares, no Pub Med Central, repositório da NIH, houve um crescimento expressivo e este repositório mantém hoje cerca 2 milhões de artigos e, que semanalmente cerca de 420.000 usuários fazem consultas a este repositório, promovendo cerca de 750.000 downloads de artigos.

A matéria informa ainda que existem duas iniciativas paralelas com o propósito de estender a lei do NIH para praticamente todos os beneficiários de financiamentos de pesquisas. Estes projetos de lei foram submetidos por Joseph Lieberman (Independente, Connecticut) e John Cornyn (Republicano, Texas), em junho do ano passado e deverá ser apreciado, em breve, pelo senado americano.

Um outro assunto muito interessante abordado por Butler diz respeito ao modelo “author’s fee”, modelo de negócio adotado pela Public Library of Science (PLoS). Neste modelo, os autores cujos artigos foram selecionados para publicação pagam para serem publicados e a revista é de acesso livre. Na matéria, Butler apresenta um gráfico contendo a evolução de submissões de artigos (veja no lado direito) e suas publicações nas diversas revistas do PLoS.
Segundo Mark Patterson, diretor da representação européia do PLoS em Cambridge, iniciativas como o da FRPAA deverão beneficiar revistas que adotam o modelo de negócios Author’s fee. Temos, portanto, muito a trabalhar no Brasil. No entanto, o que se pode verificar na citada matéria, pelas diversas iniciativas em prol do acesso livre, é que lá há diversas instituições envolvidas na promoção do acesso livre ao conhecimento científico, enquanto que, no Brasil as coisas estão acontecendo por iniciativas pessoais de algumas pessoas e as instituições não estão se envolvendo, o que é uma pena. E, o pior, são poucas as pessoas que realmente estão trabalhando em prol do acesso livre. Onde estão as instituições?

Anúncios

abril 20, 2010 - Posted by | Sem categoria | , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: