Blog do Kuramoto

Este blog se dedica às discussões relacionadas ao Open Access

PL 1120/2007 avança na Câmara dos Deputados

O PL 1120/2007 foi aprovado, nesta manhã, em votação na Comissão de Educação e Cultura, por unanimidade. Agora esse projeto de lei será encaminhado à Comissão de Constituição e Justiça e se aprovado será encaminhado ao  Senado.  O importante de todo esse processo é que o referido projeto de lei não tem tido qualquer emenda e em breve teremos uma legislação tornando o desenvolvimeno de repositórios institucionais obrigatório nas universidades e instituições de pesquisa. Isto significa que o acesso livre à produção científica brasileira se consolidará e dará uma grande contribuição e força às iniciativas do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict) relacionadas ao registro e disseminação da produção científica brasileira. Vejam a íntegra dos resultados da reunião de hoje da Comissão

Anúncios

julho 8, 2009 - Posted by | Sem categoria

6 Comentários »

  1. O processo tramita devagar, mas enfim vimos um avanço. Vamos torcer para que logo o Brasil possa dar mais este importante passo.

    Comentário por Sigrid | julho 12, 2009 | Resposta

    • Prezada Sigrid,

      concordo plenamente com vc, mas, exatamente para não corroborar com essa lentidão legislativa, continuamos o nosso trabalho de formiguinha diretamente com todos os segmentos da comunidade científica. Um dia chegaremos lá.

      Cordiais Saudações.
      Hélio Kuramoto

      Comentário por kuramoto | agosto 16, 2009 | Resposta

  2. Olá Professor, o uso de repositórios digitais nas univesidades é meu tema de tcc, e mesmo reconhecendo a importância dessa tema na divulgação do saber científico, sinto que ainda há grande resistência dos pesquisadores em utilizar mais uma ferramenta tecnológica.

    Eu gostaria de saber de que forma esses repositórios do PL 1120/2007 serão construídos e efetivados nas universidades.

    Grata pela atenção,
    Karol.

    Comentário por Karol | julho 16, 2009 | Resposta

    • Prezada Karol,

      o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict) está se adiantando ao PL nesse sentido, desde dezembro de 2008 o Ibict vem promovendo a distribuição de recursos tecnológicos para que as universidades e institutos de pesquisa públicos brasileiros possam desenvolver os seus repositórios institucionais. Espero este ano, que o Ibict lance a sua incubadora de repositórios institucionais de acesso livre. Assim, qdo o PL virar lei algumas universidades já estarão em concordância com o referido PL. Eu acredito que o PL deva ainda ser regulamentada pelo Congresso Nacional.

      Cordiais Saudações.
      Hélio Kuramoto

      Comentário por kuramoto | agosto 16, 2009 | Resposta

  3. Kuramoto, isso e muito legal! Mas voce bem sabe que acesso gratuito e distinto de acesso aberto….Como esta questao esta sendo tratada nas discussoes desse projeto?

    Comentário por carolrossini | julho 16, 2009 | Resposta

    • Prezada Carolina,

      obrigado pela sua mensagem. O Ibict vem promovendo a construção de repositórios institucionais, por meio da distribuição de recursos tecnológicos e também de um projeto piloto de desenvolvimento de repositórios institucionais de acesso livre. Nesse contexto, estamos também promovendo o estabelecimento de mandatos com vistas à garantir a alimentação desses repositórios. Além disso, o Ibict tem distribuido o software Open Journal System que foi customizado para a língua portuguesa do Brasil e hoje, já contamos com mais de 650 revistas científicas de acesso livre. Como vc deve conhecer a nossa cultura, ainda hoje não temos exemplos de modelos de negócios como existem nos EUA e Europa. O nosso modelo de negócio é único, dependente dos recursos governamentais e não conheço nenhuma revista científica brasileira que tenha sustentabilidade sem os recursos governamentais. Há uns 2 anos atrás eu havia proposto à Finep um projeto para pesquisar e implantar modelos de negócios compatíveis com o acesso livre. Entretanto, a nossa idéia não foi à frente, por questões internas no próprio Ibict.
      Concluindo, continuamos o nosso trabalho de formiguina buscando sensibilizar todos os segmentos da comunidade científica para a importância das duas estratégias do acesso livre: as vias dourada e verde.

      Cordiais Saudações.
      Hélio Kuramoto

      Comentário por kuramoto | agosto 16, 2009 | Resposta


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: