Blog do Kuramoto

Este blog se dedica às discussões relacionadas ao Open Access

Futuro das bibliotecas digitais é discutido no Brasil?

O Portal da Capes veiculou, esta semana, uma notícia cuja manchete era: FUTURO DAS BIBLIOTECAS DIGITAIS É DISCUTIDO NO BRASIL. Quem lê tal manchete busca ávido no corpo da matéria, procurando por tópicos relacionados a questões típicas referentes a bibliotecas digitais. Verifica-se, no entanto, o seguinte objetivo do referido encontro:

 

“O encontro, promovido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac/SP) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), tratará de assuntos como aumento do número de participantes objetivando a redução do custo por instituição, e também das experiências realizadas nesses países.”

 

Ora, um especialista da área ao ler tal manchete, procura no programa tópicos típicos relacionados à área de BIBLIOTECAS DIGITAIS, tais como: interoperabilidade, web semântica, direitos autorais, digitalização, repositórios digitais, formatos, metadados, inovação tecnológica, novos enfoques etc. É preciso conhecer a definição de bibliotecas digitais. Hoje, qualquer site com um conjunto de links é considerado uma biblioteca digital. Isso é correto? Existem diversas definições para o termo BIBLIOTECAS DIGITAIS e, dentre elas, a que considero mais completa é aquela proposta por um dos projetos financiados pela NSF, que é a seguinte:

 

“…o conceito de biblioteca digital não é meramente equivalente a uma coleção digitalizada aliada a uma ferramenta de gestão de informação. Mais do que isso, trata-se de um ambiente que reúne coleções, serviços e pessoas em suporte ao completo ciclo de vida da criação, disseminação, uso e preservação de dados, informação e conhecimento.”

 “…the concept of a ‘digital library’ is not merely equivalent to a digitised collection with information management tools. It is rather an environment to bring together collections, services, and people in support of the full live cycle of creation, dissemination, use, and preservation of data, information, and knowledge.”

Digital Library Initiative Phase 2*

 

Portanto, devemos considerar o Portal de Periódicos da Capes uma biblioteca digital? Que serviços de informação, além do acesso em linha, esse portal oferece? O título da matéria corresponde ao programa estabelecido para o evento? Creio que esta última questão seja o ponto a refletir. Um erro de comunicação aliado a um erro conceitual. Qual o nosso papel enquanto especialistas em tratamento e disseminação da informação? Apenas ficar calado, e dar de ombros, diante de tais incoerências conceituais?  Entendo que nós profissionais e especialistas em ciência da informação devemos lutar para o correto uso dos termos relacionados à nossa área, caso contrário nunca ela alcançará a devida credibilidade e tampouco terá o reconhecimento devido e se consolidará como ciência.


Hélio Kuramoto

Anúncios

setembro 12, 2007 - Posted by | Sem categoria |

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: