Blog do Kuramoto

Este blog se dedica às discussões relacionadas ao Open Access

BDTD ultrapassa 30 mil teses e dissertações eletrônicas

A Biblioteca Digital de Teses e Dissertações (BDTD) ultrapassa o número de 30 mil teses e dissertações (t&d), em conteúdo integral em meio eletrônico. A BDTD cresce a uma média de mais de duas mil t&d ao mês. Encontram-se entre as universidades que mais contribuem para esse número de registros de t&d, em primeiro lugar a Unicamp com um total de 11 mil e 14 t&d eletrônicas, em segundo lugar vem a USP com um total de 5 mil e 229 t&d, em terceiro a Puc do Rio de Janeiro com duas mil e 816 t&d, em quarto lugar a PUC de São Paulo com duas mil e 67 t&d e em quinto lugar a UFSC com mil e 864 t&d. Na parte mediana dessa classificação encontram-se a UFU, o Ibict (t&d defendidas por bolsistas brasileiros no exterior), a UFLa, a UFRN, a UnB e a UFBa em competição acirrada. Deve-se observar qua a Unicamp contribui com um grande acervo de t&d eletrônicas graças aos esforços de digitalização das t&d retrospectivas. As outras universidades depositam apenas as t&d defendidas no momento atual.

Anúncios

novembro 8, 2006 - Posted by | Sem categoria |

2 Comentários »

  1. Bom dia Hélio Kuramoto.

    Meu nome é Vinicius Costa, Sou estudante de jornalismo e moro em Salvador. Estou interessado em fazer uma matéria a respeito do XIV seminário nacional de bibiliotecas universitárias que foi realizado na capital baiana. Quem sabe, até uma entrevista com o senhor. O senhor estaria interessado em me ajudar e até divulgar mais os resultados deste seminário? Agradeço pela atenção.

    meu e-mail: viniciuscosta85@gmail.com, viniciusfib@yahoo.com.br.

    Muito obrigado

    Comentário por Anonymous | novembro 14, 2006 | Responder

  2. Kuramoto, é com a devida satisfação que ‘casualmente’ tive acesso a revista “A Rede” e, pude constatar o irrelevante serviço que presta essa publicação. Parabéns aos editores. Linux, sempre! P.S.: Esperemos, que nesta segunda fase do governo Lula, tenhamos cada vez mais a ampliação do “Open Source” na esfera educacional e governamental. É uma ferramenta imprescindível para a educação brasileira e as camadas de baixa renda. Voltaremos.
    Saúde e paz!
    http://www.baratas.tk

    Comentário por baratas | novembro 17, 2006 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: